sábado, 21 de janeiro de 2012

Duvido que você clique aqui

Clicou, né? Fez bem. Se a curiosidade vem, a gente tem mais é que atendê-la. A curiosidade tem uma função importante pro ser humano, especialmente no aprendizado. Porém, como todo mundo bem sabe, curiosidade demais é um problema. Você vicia e, em pouco tempo, já está bisbilhotando todos os perfis de todo mundo no Facebook. Mas, oh, um bilhão de pessoas fazem isso!

Então, agora sabemos. Somos todos curiosos e exibidos. Se tem uma coisa que eu aprendi com as Rede Sociais é que todas aquelas coisas de que somos acusados, na verdade, valem para todo mundo. Somos assim mesmo. Todo mundo quer aparecer, com ou sem watermelon, todo mundo quer aplaudo, quer ser amado, quer exibir suas conquistas, sejam elas corporais ou financeiras. Todo mundo quer ser admirado e reconhecido.

Também gostamos de desafios. Duvido é quase um comando. Não clique é um convite a clicar. Porque a gente quer sempre se provar. Provar que pode, que sabe, que é melhor.

Enfim, estamos todos descobrindo nossas fragilidades.

Quem sabe esse seja o caminho para o fortalecimento.

Rosana Hermann – Querido Leitor

Nas pegadinhas da TV aparece uma cabine com um buraco e um nome bem grande “Não olhe!”. Isso é um convite para uma pessoa olhar. É o mesmo de ter dizendo “Olhe, pode olhar. Coloque o seu rosto aqui!”. Então o indivíduo mesmo lendo a frase, olha e leva uma tortada na cara.

Se tiver um buraco fundo no meio da rua com uma placa dizendo “Não olhe”, pronto, isso acabou com a paz da humanidade porque todos irão querer olhar para o buraco. E muitas vezes você pode perder a sua vida de graça.

Se tiver uma construção com uma placa dizendo “Não ande aqui” todos irão querer andar e cada um inventará 1001 motivos para dizer o porquê de está andando ali.

O ser humano é curioso. Você não pode apontar alguém por curiosidade, porque você também é. Todos nós somos, uns mais, outros menos.

Mas tudo tem limites. Uma coisa é ser curioso, outra é se meter na vida de outra pessoa. Uma coisa é ser curioso, outra coisa é ser fofoqueiro. Nunca confunda.

A curiosidade faz bem para o ser humano. Com ele você pode descobrir e aprender muitas coisas. Mas a fofocagem, a bisbilhotice e o ato de se meter na vida de outras pessoas só lhe traz problemas.

Enfim, tudo de mais é ruim.

Jóckisan

é pernambucano, e é estudante e blogueiro nas horas vagas. Gosta de estudar, ler livros, assistir a bons filmes e séries. Na internet gosta de ler notícias interessantes, tecnologia e TV. Também escreve no Mundo Geek.
comments powered by Disqus

 

Copyright @ 2011-2015 Fique Sabendo!.