domingo, 9 de dezembro de 2012

Fique atento a velocidade de seu processador

E de Hoje em dia, a energia elétrica é indispensável. Sem ela, o mundo para. Mas hoje temos uma grande preocupação com o meio ambiente, com a sustentabilidade. Isso inclui economia de energia. No mundo da informática, você deve escolher: quer economizar energia ou quer ter o máximo de desempenho? Não sei se você já reparou, mas seu processador não deve estar trabalhando na máxima potência. Isso porque o Windows economiza energia, deixando o processador mais devagar. Caso você opte por máximo desempenho, siga as dicas a seguir. Nada contra quem opte por economia de energia. Cada um tem seus conceitos.

Instale o programa CPU-Z. Para quem não sabe, ele te dá informações (quase) detalhadas sobre seu PC. Na verdade, é mais completa sobre processadores, mas para outros componentes ajuda. Agora abra-o e veja o modelo de seu processador. Geralmente, ele traz o nome e a velocidade. Por exemplo “Nome do processador @ 2.20GHz”, ou algo parecido. Se não constar a velocidade, pesquise sobre o modelo. Agora embaixo, no grupo Clocks, procure por Core Speed. A velocidade deve corresponder a que consta no modelo. Veja o exemplo abaixo:

 

clip_image002_thumb[3]

 

Caso a Core Speed (especificada em MHz em vez de GHz) não esteja correspondendo a velocidade de fábrica, você deve modificar as opções de energia do Windows. Para isso, vá em Painel de Controle > Sistema e Segurança > Opções de Energia. A opção marcada deve estar como Equilibrado, pois é o padrão do Windows. Clique na flechinha que diz Mostrar planos adicionais. Lá estará Alto desempenho. Marque-a.

 

clip_image004_thumb[5]

Agora volte ao CPU-Z e verifique se a velocidade corresponde a especificada no modelo. Lembrando que esta velocidade é sempre marcada em tempo real (no CPU-Z), por isso, é muito precisa. Caso a velocidade continue a mesma, deve-se procurar outra forma de consertar.

Um problema que já aconteceu comigo foi o de o processador não ter todos os núcleos disponíveis. É muito frustrante. Se você, como eu, tem um processador de 2 núcleos que simula mais 2 (ou algo semelhante, ou até com apenas 2 núcleos físicos), verifique no CPU-Z. Bem embaixo diz: Cores: 2, Threads: 4 (depende de cada PC), sendo que Cores são os núcleos físicos e Threads são os núcleos no total (físicos + simulados). Caso seu PC não esteja com todos os núcleos disponíveis, há algumas opções mais drásticas para resolver o problema. No meu caso foi formatar o PC. Mas você pode conferir outras soluções no artigo “Windows não reconhece todos os núcleos do processador ou não trabalha com velocidade total” no blog Lucas Peperaio. Aliás, quero agradecer a esse artigo, pois foi de onde tirei inspiração para este artigo (e resolver meus problemas com os núcleos e a velocidade do meu processador).

Não é certeza de que as dicas aqui postadas funcionem, mas são muito eficientes e que com certeza, ajudará muitas pessoas. Até mais!

Escrito por Vinicius Girraldi

Jóckisan

é pernambucano, e é estudante e blogueiro nas horas vagas. Gosta de estudar, ler livros, assistir a bons filmes e séries. Na internet gosta de ler notícias interessantes, tecnologia e TV. Também escreve no Mundo Geek.
comments powered by Disqus

 

Copyright @ 2011-2015 Fique Sabendo!.