quinta-feira, 13 de março de 2014

Resenha: Gravidade

GravidadeTítulo Original: Gravity

Título Nacional: Gravidade

Direção: Alfonso Cuarón

Gênero: Ficção científica e Suspense

Duração: 1h30min

Distribuidora: Waner Bros

Estreia:  11 de outubro de 2013








Gravidade, um filme tão bem falado e elogiado, e que levou 7 Oscars não me surpreendeu. Ele conta a história de astronautas que estão numa missão no espaço, quando o equipamento deles quebra e todos morrem, sobrevivendo apenas dois deles. O que ficou ligando os dois foi um cordão, que se torou. Mas eles conseguiram se unir novamente com outro cordão, mas Matt Kowalsky, o comandante da missão, resolveu se desprender dele porque senão os dois iriam morrer. E a partir daí começou o desespero da Drª. Ryan Stone em lutar para sobreviver e voltar à Terra.

Gravidade não é tão extraordinário como dizem. Tem a ótima atuação de Sandra Bullock, ótimos efeitos visuais e deixa tudo parecer bem real. A história é boa, mas sozinha não conseguiria prender o espectador até o final porque ela em si é simples. O que consegue prender a pessoa do início ao fim é o suspense contido no filme.

A trilha sonora, a fotografia e todos os efeitos especiais são excelentes. Essa parte técnica de Gravidade com certeza mereceu muito destaque e não foi à toa que 6 dos seus 7 Oscars conquistados foram relacionados à parte técnica.

A tensão do filme é outro ponto forte e Sandra Bullock soube interpretar isso muito bem. Ryan é uma engenheira médica e estava pela primeira vez no espaço. Ela não era astronauta e sim uma especialista que foi enviada a esta missão, e apesar de ter tido um treinamento de 6 meses, ela não tinha ido tão bem nele. Ryan aparece na maior parte do filme nervosa, desesperada, o que é completamente normal para uma pessoa nessas condições. Em um momento ela aparece sem esperança de que irá conseguir sair dali com vida, em outro, esperançosa, a partir da parte que ela começa a imaginar o que o comandante Matt diria para ela naquele momento.

Apesar de tudo isso as pessoas criaram um alarde muito forte dizendo que o filme era excelente e extraordinário. E quando assisti não consegui me surpreender como elas se surpreenderam. E por que Gravidade não me surpreendeu? Não surpreendeu talvez porque as pessoas enalteceram o filme de uma forma tão grande que, quando assisti não vi nada daquilo, nada demais. É apenas por causa dessas partes boas e bem feitas faladas acima, que Gravidade pode ser chamado de bom filme.

Nota:

Jóckisan

é pernambucano, e é estudante e blogueiro nas horas vagas. Gosta de estudar, ler livros, assistir a bons filmes e séries. Na internet gosta de ler notícias interessantes, tecnologia e TV. Também escreve no Mundo Geek.
comments powered by Disqus

 

Copyright @ 2011-2015 Fique Sabendo!.